Carta de Noticia de Angola - quarta, 10 março 2021
 
Carta de Noticia de Angola - quarta, 10 março 2021

A ministra da Saúde e os dois secretários de Estado foram hoje vacinados contra a covid-19, em Luanda, no quinto dia desde que foi lançado o programa de vacinação, apelando à população para aderir à vacina.

Published in Sociedade

O partido Bloco Democrático (BD), oposição angolana, considerou hoje que o MPLA, no poder, "deve fazer uma cura de oposição para limpar a corrupção em si instalada", enquanto a UNITA apontou a "impopularidade" dos "camaradas" do MPLA como fundamento da revisão constitucional.

Published in Politica

A consultora Eurasia considerou hoje que a proposta de revisão constitucional em Angola vai originar um adiamento das eleições autárquicas para 2022 ou 2023, o que beneficia o atual Presidente.

Published in Sociedade

Um projeto de apoio às micro, pequenas e médias empresas no acesso ao financiamento, denominado "Envolver", foi hoje lançado, em Luanda, no âmbito de um financiamento de dois milhões de dólares da União Europeia ao Governo angolano.

Published in Economia

O político angolano Abel Chivukuvuku acusou hoje o MPLA, no poder, de ser um "partido de truques e que nunca ganhou eleições", considerando que a proposta de revisão constitucional é "um mero exercício de cosmética" que "contém armadilhas".

Published in Politica

A polícia angolana impediu a saída de mais de 156 mil euros, em posse de um cidadão nacional, no município do Soyo, província do Zaire, que pretendia viajar para a vizinha República Democrática do Congo.

Published in Sociedade

O economista-chefe da consultora Eaglestone considerou hoje à Lusa que a subida dos preços do petróleo é uma notícia positiva para Angola, podendo transformar um défice orçamental de 2,2% num excedente de 3%.

Published in Economia

A UNITA, Bloco Democrático (BD) e o PRA-JA Servir Angola, oposição angolana, defenderam hoje que a revisão constitucional deve consagrar, como ponto de partida, a "eleição direta e livre" do Presidente da República por todos os cidadãos nacionais.

Published in Politica

O ativista e investigador angolano Rafael Marques considerou hoje que a indefinição político-administrativa é um dos fatores na origem dos problemas na vila mineira de Cafunfo e defendeu a criação de um tribunal ou um procurador residente na localidade.

Published in Sociedade
  1. + LIDOS
  2. Comentarios