Politica

Politica (68)

O porta-voz da UNITA, Alcides Sakala Simões, saudou, terça-feira, a iniciativa de retoma do processo de exumação e inumação dos restos mortais do fundador do partido, Jonas Savimbi.

As contas bancárias do vice-Presidente do Parlamento, Higino Carneiro, ex-governador da província de Luanda, e do deputado Manuel Rabelais, ex-ministro da Comunicação Social, foram congeladas, na sequência das investigações da Inspeção Geral do Estado sobre irregularidades na gestão de fundos públicos

O Presidente de Angola, João Lourenço, criou, por decreto, um grupo de trabalho que tem 60 dias para criar um plano para melhorar a imagem institucional do Governo.

Depois dos diamantes, do projeto do Porto da Barra do Dande e da Barragem de Caculo Cabaça, agora parece ter chegado a vez de João Lourenço ‘atacar’ a participação de Isabel dos Santos na Efacec.

O Presidente angolano, João Lourenço, revogou, por despacho que invoca “interesse público”, um contrato de 30 milhões de euros, atribuído pelo anterior chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, aos egípcios da El Sewedy Power.

O Presidente da República, João Lourenço, decretou hoje, terça-feira, a exoneração, a seu pedido, do Comissário-Chefe Alfredo Eduardo Manuel Mingas, do cargo de Comandante-Geral da Polícia Nacional, para o qual havia sido nomeado através do Decreto Presidencial nº 301/17, de 17 de Novembro.

Duas pessoas morreram na terça-feira à noite nos arredores de Luanda numa colisão entre duas viaturas, uma delas pertencente ao comandante-geral da Polícia Nacional de Angola, que ficou ferido no acidente, informou hoje o Ministério do Interior.

O Presidente angolano, João Lourenço, revogou, alterou ou mudou a gestão de contratos e projetos aprovados pelo antecessor, José Eduardo dos Santos, no valor de 21.000 milhões de dólares, só nos últimos três meses, segundo dados compilados pela Lusa.

As autoridades suíças desbloquearam 60 milhões de dólares do Fundo Soberano de Angola (FSDEA), de um montante total de 210 milhões de dólares bloqueados desde abril por suspeitas de lavagem de dinheiro, anunciou hoje a Procuradoria-Geral da Suíça.

O Presidente angolano, João Lourenço, revogou o decreto assinado pelo anterior chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, que aprovava o projeto do porto da Barra do Dande, construção adjudicada por 1.5 bilhão de dólares depois das eleições gerais.

18 CANAIS DE TV AO VIVO

Facebook ..

  1. + LIDOS
  2. Comentarios