Politica

Politica (78)

O presidente da nova administração da companhia aérea angolana TAAG indicou que a privatização da empresa vai ser feita "gradualmente", devendo, primeiro, criarem-se condições "adequadas e atrativas" para o investimento privado, noticiou hoje a imprensa angolana.

O representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em Angola considerou hoje que o país vive uma fase "nunca antes vista", com "maior liberdade crítica e aproximação" entre entidades do Estado e cidadãos.

O Governo de Angola vai apreciar, em breve, a privatização das empresas públicas para que possa remeter à Assembleia Nacional a respetiva Lei de Bases, afirmou a secretária de Estado para Finanças e Tesouro angolana, citada esta quinta-feira na imprensa local.

O Presidente angolano, João Lourenço, anunciou hoje que, para breve, serão abertos novos concursos públicos para a construção do porto da Barra do Dande, a norte de Luanda, e para a gestão e operação do futuro aeroporto da capital.

O antigo ministro dos Transportes de Angola Augusto Tomás encontra-se detido desde hoje em Luanda, por suposto envolvimento no desvio de fundos do Conselho Nacional de Carregadores, disse à Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República.

Em vésperas de viajar para Espanha, onde deverá submeter-se a consultas médicas, resta agora saber como José Eduardo dos Santos reagirá a mais este duro golpe familiar

O Presidente de Angola exonerou hoje o Conselho de Administração da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) e criou, sob dependência do Ministério dos Transportes, uma comissão de gestão encarregada da reestruturação da companhia.

O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, exonerou cinco cônsul, por irregularidades e indícios de má gestão de recursos financeiros e outros comportamentos contrários à ética e disciplina laboral.

O embaixador Hermínio Escórcio revelou que o Estado soviético (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) não comunicou oficialmente a Angola a morte do Presidente Agostinho Neto, a 10 de Setembro de 1979, em Moscovo.

Discurso de encerramento do VI Congresso Extraordinário do MPLA, pronunciado pelo seu novo líder, João Lourenço, no dia 8 de Setembro de 2018.

18 CANAIS DE TV AO VIVO

Facebook ..

  1. + LIDOS
  2. Comentarios