Carta de Noticia de Angola - Politica
 
Politica

Politica (134)

A ministra da Justiça portuguesa, Francisca Van Dunem, regressa este mês a Luanda, onde nasceu, depois de uma outra visita oficial, agendada há dois anos, ter sido cancelada na sequência da deterioração das relações entre os dois países.

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, afirmou, ontem, que o processo de combate à corrupção levado acabo pelo Executivo satisfaz os anseios do seu partido e da população, por constituir um mecanismo para a mudança de atitude no país.

O ministro angolano da Justiça, Francisco Manuel Queiroz, solicitou à União Europeia (UE) e a Portugal ajuda para o registo populacional, um dos grandes desafios rumo ao progresso.

Os restos mortais do fundador da Unita, Jonas Savimbi, morto em combate a 22 de Fevereiro de 2002, serão transladados para o Andulo, Bié, onde serão enterrados, atendendo um desejo seu, confirmou o ministro angolano da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz.

A UNITA, o maior partido na oposição em Angola, denunciou hoje que "continuam a morrer" angolanos em Cabinda, "vítimas de um conflito mal resolvido", considerando que naquela província angolana os cidadãos são tratados de forma "arbitrária e autoritária".

Governo angolano através do Ministro da Justiça explica que estão em causa os acontecimentos de 27 de maio de 1977, situações ocorridas durante a guerra civil de 1975-2002 e casos de "défice de governação" que lesaram os direitos dos cidadãos.