Carta de Noticia de Angola - Politica
 
Politica

Politica (132)

Adalberto da Costa Júnior foi eleito hoje (sexta-feira) presidente da UNITA, durante o XIII congresso ordinário deste partido político.

A Odebrecht disse em 2018 ao Governo que precisava de 400 milhões USD para as obras do Aproveitamento Hidroeléctrico da Laúca, mas só recebeu cerca de 300 milhões. O resto ficou na posse do financiador. Agora, o Governo volta a recorrer à Gemcorp, de acordo com um Despacho Presidencial de 28 de Outubro, para obter mais 400 milhões para Laúca.

O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva, disse hoje que a crise económica e financeira que o País vive só será ultrapassada a médio prazo se, a partir de agora, o Presidente da República se afastar "decididamente da oligarquia que capturou o Estado" e passar a governar para a cidadania com vista a alcançar os quatro objectivos a que se referiu na sua mensagem sobre o estado da Nação.

O líder do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), no poder, acusou hoje supostos militantes do partido de estarem por detrás de uma campanha que visa a intoxicação e destabilização do país.

O presidente de Angola anunciou esta terça-feira a decisão de demitir o ministro das Finanças, Archer Mangueira . O seu lugar vai ser ocupado por antiga secretária de Estado para as Finanças e Tesouro  Vera Santos Daves.

A secretária de Estado para a Juventude do Governo de Angola, Guilhermina Fundanga Manuel Mayer Alcaim, foi hoje exonerada pelo Presidente da República, tendo sido anunciada a nomeação de Fernando Francisco João para o cargo.

O político Abel Chivukuvuku anunciou hoje, sexta-feira, em Luanda, a sua nova força política, o Partido de Renascimento Angolano - Juntos por Angola (PRA-JA), com o qual pretende concorrer às próximas eleições gerais.

O general Manuel Hélder Vieira Dias "Kopelipa" afirmou hoje não ter qualquer ligação com a Soportos, a empresa portuária que explorava os terminais nos Portos de Luanda e do Lobito.

O Presidente de Angola exonerou os ministros da Economia, Agricultura e Interior e trocou os governadores de Cabinda e Kuando Kubango, colocando Manuel Neto da Costa na Economia, Eugénio César Laborinho no Interior e António Francisco de Assis na Agricultura.

O Presidente da República, João Lourenço, exonerou hoje os embaixadores Domingos Culolo, acreditado na República da Polónia, Toko Diakenda Serão, na República do Gabão, António Fwaminy da Costa Fernandes, na República Árabe do Egipto, e Lizeth Nawanga Satumbo Pena, na República da Hungria.