Carta de Noticia de Angola - Politica
 

Um cenário de alteração de estatutos na Unita, capaz de colocar Isaías Samakuva na luta pela Presidência de Angola em 2022 mesmo fora da liderança do seu partido, é admitido como proposta para as teses do congresso, mas também criticado por uma franja que se opõe ao que chama de subterfúgios na hora do adeus.

O governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rascova, procedeu, nesta terça-feira, a exoneração do Conselho de Administração da Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (Elisal-EP).

Os Emirados Árabes Unidos propõem-se a investir, a partir dos próximos seis meses, cerca de dois mil milhões de dólares na instalação de uma linha de montagem de tractores em Angola, na produção de electricidade e gás e na agricultura.

O líder da UNITA diz que notícia de que pretende concorrer a novo mandato na presidência do partido é falsa, mas se mudarem os estatutos pode enfrentar João Lourenço nas próximas eleições.

O Presidente de Angola exonerou os ministros da Economia, Agricultura e Interior e trocou os governadores de Cabinda e Kuando Kubango, colocando Manuel Neto da Costa na Economia, Eugénio César Laborinho no Interior e António Francisco de Assis na Agricultura.